Nivaldo Lariú, escritor e pai de alunos

No começo da década de 80, eu procurava uma escola para meus filhos e cheguei à Escola Experimental. Na primeira conversa com Amabília Almeida, eu me convenci que tinha vindo ao lugar certo. A proposta pedagógica da escola, aliada à seriedade e ao espírito empreendedor e cidadão de Amabília, era tudo que eu procurava para a educação de meus filhos. E essa escolha foi fundamental para a formação deles.

Lá eles foram alfabetizados e educados com base em princípios éticos, na solidariedade e no respeito ao outro. E com estímulos constantes ao espírito criativo. Além do conteúdo curricular obrigatório, a Escola Experimental proporcionava às crianças outras atividades, como visitas aos locais históricos da cidade, conhecimento do bairro, atividades teatrais e artísticas e festas temáticas. A participação dos pais era estimulada e cobrada, fazendo parte fundamental da proposta pedagógica.

Todo o corpo da escola, como meus parceiros na criação e na educação de meus filhos. Tenho certeza de que a Escola Experimental contribuiu para que eles se tornassem cidadãos mais conscientes e mais bem-preparados para a vida.